Para quem curte e gosta de poetizar a vida.... uma poesia em homenagem as nossas caraibeiras!! Por Jalane Moura Maia Bezerra

10/11/2017 |

Jalane Moura Maia Bezerra é Psicóloga Clínica e Escolar (UFBA). Especialista  em psicossomática (IJBA). Mestranda em Extensão Rural (interdisciplinar) UNIVASF. Psicóloga da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I do Colégio Montessori

 

 

A neve amarela

No antártico do sertão
Na Bahia em seu polo norte
Que de polo e norte só tem nome e chão
Pois o calor aqui não tem perdão

A dança das caraibeiras inicia seu mandato, nesse meu Paulo Afonso ardente que é danado!!

Na primavera mais verão do que quente
Faz ressoar meu pesar, sou a sertaneja ribeirinha mais inconformada com o calor de rachar...

Salve, salve a dança delas!!! De repente a cidade parece estampar a neve amarela em todo lugar!!

As florzinhas caídas nesse sertão de Meu Deus, como não se admirar??

ÊÊ Sertão danado de bom, bonito de se contemplar:
É neve, é neve, meu espanto a entoar; 
É neve, mas amarela espalhada no chão de todo lugar!!!!

 

 

Fotos: Niedja Torquato e reprodução face de Jalane

2016 - todahora.net
Todos os direitos reservados
75 99286-0035 / 75 99805-6789
falecom@todahora.net