Presos no Pará os suspeitos de matar PM em Jeremoabo

27/12/2017 |

Presos em 26/12 pela Polícia Civil do Pará que deu cumprimento aos mandados de prisão temporária expedidos pela Comarca de Jeremoabo - BA, os cinco suspeitos de participação no assassinato do soldado da Polícia Militar, José Bomfim. No momento da prisão, os foragidos usavam documentos falsificados.

Foram cumpridos cinco mandados de prisão contra o cigano Gelson da Silva, seus filhos Rogério Matos da Silva e Bruno Jordão Matos da Silva, o irmão Cosme Silva de Jesus e Carlos Daniel Santos Lima, que foram localizados pela polícia na cidade de Castanhal, no Pará, onde estavam escondidos há 20 dias. Na ação foram apreendidas duas armas de fogo e a quantia de R$ 27.955,00.

Segundo  as investigações, após o crime que ocorreu no dia 2 de novembro, na cidade de Jeremoabo, durante uma briga em um bar da cidade, os ciganos com aproximadamente 20 familiares fugiram e passaram um período escondido no município de Cascavel, no Ceará. E há cerca de 20 dias, se mudaram para Casanhal. Os acusados estavam residindo numa kitnet, no bairro Saudade II.

A operação é resultado da investigação da Polícia Civil (18ª Coorpin) e do SSP-BA, que contou com o apoio das Polícias Civis do Ceará e do Pará, especificamente dos Departamentos de Inteligências desses estados, além do Judiciário e do Ministério Público.

 

Além de cumprir os mandados, a polícia do Pará autuou os cinco em flagrante por associação criminosa, posse ilegal de arma de fogo e uso de documento falso. Eles agora aguardam transferência para a Bahia.

 

 

redação todahora.net com informações do www.chicosabetudo.com.br

2016 - todahora.net
Todos os direitos reservados
75 99286-0035 / 75 99805-6789
falecom@todahora.net